Blog Santa Rosa

Comunicado – 16/10/2020

Divulgada na noite do dia 06 de outubro de 2020 pelo COES – Centro de Operações de Emergências em Saúde a PORTARIA CONJUNTA SES/SED nº 778 de 06/10/2020 que autoriza e estabelece critérios para o retorno de atividades escolares presenciais nas etapas da Educação Básica e Profissional, nas regiões de Saúde Risco Potencial ALTO (representado pela cor AMARELA) na Avaliação de Risco Potencial para COVID19, no Estado de Santa Catarina.

A portaria estabelece as seguintes exigências:

1) Que “os Comitês Municipais de Gerenciamento da Pandemia da COVID-19 podem homologar os Planos de Contingência Escolares a partir de termo de responsabilidade das Comissões Escolares de gerenciamento da pandemia da COVID-19, onde ratificam que a elaboração segue o que preconiza a Portaria Conjunta SED/SES/DCSC nº 750 de 25 de setembro de 2020”; (grifamos) 

 2) Que “o retorno das atividades escolares deve ser de forma gradativa, com intervalos mínimos de 7 (sete) dias entre os grupos regressantes, em cada estabelecimento, com o monitoramento da evolução do contágio da COVID -19, tanto na comunidade escolar quanto na comunidade geral da localidade, contemplando novos alinhamentos, se necessário”; 

3) Que “as redes de ensino públicas e privadas obedecerão ao escalonamento conforme as séries/ano, etapas e modalidades de ensino ofertadas. Cabe à mantenedora definir a sua estratégia de retorno, quanto ao tipo de atendimento e atividades ofertadas”; 

4) Que “somente podem retornar às atividades de forma presencial os estabelecimentos de ensino que obtiverem a homologação do Plano de Contingência Escolar junto ao Comitê Municipal de Gerenciamento da Pandemia de COVID-19, conforme estabelecido na Portaria Conjunta SED/SES/DCSC nº 750 de 25 de setembro de 2020”; 

5) Que o “retorno às atividades escolares presenciais será escalonado e gradativo, conforme determinado nas Diretrizes para o Retorno às Aulas, disponível em: https://drive.google.com/drive/folders/15qHdlz6ulTpl39iBIQwVXynyfne5ez1V?usp=sharing, e Portaria Conjunta SED/SES/DCSC nº 750, de 25 de setembro de 2020, para seguir os protocolos estabelecidos”; iniciando pelos grupos com maior idade e mais autonomia, no caso, iniciando pelo Terceirão;

6) Que “os responsáveis legais do estudante podem optar pela continuidade no regime de atividades não presenciais, mediante a assinatura de termo de responsabilidade junto à instituição de ensino na qual o estudante está matriculado”; 

7) Que “é de responsabilidade da Vigilância Sanitária Municipal, Vigilância Sanitária Regional, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina, fiscalizar os estabelecimentos com vista a garantir o cumprimento das medidas sanitárias exigidas” 

8) Que “as autorizações previstas nesta Portaria poderão ser revogadas a qualquer tempo diante da evolução da pandemia e seu impacto na rede de atenção à saúde”. 

E o que significa isso na prática? 

  • É condição imprescindível, para retorno das aulas presenciais regulares na educação básica, o mapa de risco de avaliação da Covid-19 apontar a cor amarela. 
  • É condição imprescindível a homologação no Comitê Municipal de Gerenciamento da Pandemia de COVID-19 do termo de responsabilidade das Comissões Escolares, onde ratificam que a elaboração segue o que preconiza a Portaria Conjunta SED/SES/DCSC nº 750 de 25 de setembro de 2020”; O Colégio Santa Rosa está com seu Protocolo organizado cumprindo todas as exigências;

Visando complementar e colaborar neste processo de retorno, haverá  documentos que devem ser assinados pelas partes envolvidas: 

 Recibo de entrega de equipamento de proteção individual aos colaboradores; 

 Termo de compromisso e responsabilidade para retorno às atividades presenciais após o término do isolamento social – firmado pelas famílias; 

Reforçando: 

1) Pedimos aos pais e estudantes, que fiquem atentos às orientações que estarão disponíveis nos canais oficiais da Instituição. 

2) O Colégio Santa Rosa de Lima tomou todas as providências necessárias para dar condições ao retorno seguro de nossos estudantes, inclusive, equipando 35 salas de aula com material de multimídia (projetor, notebook, webcam, microfone e caixa de som) para as transmissões das aulas híbridas. 

DIANTE DO NOVO DECRETO Nº 890 DE 14 DE OUTUBRO DE 2020, do Governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva: 

DECRETA: 

Art. 1º Fica prorrogado até 31 de dezembro de 2020, o estado de calamidade pública declarado no art 1º do Decreto nº 562 de abril de 2020. 

Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. 

Sendo assim, o Colégio Santa Rosa de Lima continua se preparando para o retorno caso mude a bandeira de Laranja (risco grave) para Amarela (risco alto) e com aprovação do Comitê Municipal de Gerenciamento  da Pandemia de COVID-19. E, ao mesmo tempo, coloca à disposição toda a sua equipe, buscando minimizar os impactos sofridos, primando pelo bom atendimento e qualidade dos serviços oferecidos aos nossos estudantes e seus responsáveis.

É importante ressaltar que nosso Plano de Ação Pedagógico está sendo aplicado de maneira muito organizada e com a qualidade que nosso estudante merece. Finalizamos o 3º Bimestre com todas as avaliações e atividades desenvolvidas, com a participação responsável de nossos estudantes e com a importante participação das famílias e iniciamos o 4º Bimestre no dia 14 de outubro de 2020, última quarta-feira. 

Senhores Pais! Neste momento queremos agradecer pela compreensão e por entenderem a importância de nos mantermos unidos e agindo com muita calma. A solução para cada problema que enfrentamos, virá no momento oportuno. Nossa Instituição está em prontidão para atendê-los da melhor maneira possível. Somos solidários a todos. 


Colégio Santa Rosa de Lima – A Soma do Melhor na Educação!

Lages (SC), 09 de outubro de 2020.

SOCIEDADE PARANAENSE DIVINA PROVIDÊNCIA

16 de outubro de 2020
Categorias Notícias

Inscreva-se para receber
notícias e conteúdos

Siga-nos no Instagram
@eusousantarosa